13 das 17 regiões do estado registram leve evolução na situação de saúde, mostram números preliminares da atual semana epidemiológica

Desenvolvimento Regional anuncia cenário com tendência de melhora na Grande SP, Baixada Santista e região de Barretos

Na 170ª coletiva de imprensa a partir do Palácio dos Bandeirantes, hoje (1), o governador João Doria, o vice-governador Rodrigo Garcia e os secretários de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, Saúde, Jean Gorintcheyn, Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, e Educação,  Rossieli Soares, apresentaram os dados mais recentes sobre o enfrentamento da pandemia.

O secretário Marco Vinholi pontuou que os municípios que seguiram as medidas sanitárias do Plano SP obtiveram melhoras nos indicadores de suas regiões. Já os municípios que não as respeitaram, tiveram número recorde de casos de coronavírus e consequentemente de óbitos.

“Estamos preocupados com a situação em Bauru,  que segue em condição delicada, com taxa de ocupação de leitos alcançando os 89%. Por outro lado, a região de Barretos provou ser um bom exemplo de evolução positiva da pandemia, como também Taubaté e São José dos Campos, que já mostram melhoras nesta semana. Nas regiões em que  a saúde é respeitada, a situação tem melhorado,” afirmou Vinholi.

No geral, em todo o estado, constata-se situação de estabilização da pandemia e mesmo de alguma melhora. A taxa de óbitos está hoje em 7 por cada grupo de cem mil habitantes. São 340 casos novos por cada cem mil habitantes.

A prévia de hoje mostrou que, das 17 regiões  do estado, 13 registraram leve melhora. Três regiões registraram tendência de melhora. São elas a Região Metropolitana de SP, a Baixada Santista e Barretos.

A Grande SP mostra redução da intensidade da pandemia, com cenário de estabilidade de casos e óbitos e queda nos números referentes a internações, mostrando que as medidas restritivas postas em operação pelo Plano SP estão dando resultado.

Segundo a Secretária Patrícia Elen, se esta estabilidade se mantiver nos próximos dias, serão suspensas as medidas restritivas suplementares, como o fechamento de serviços não essenciais aos fins de semana.

Na 5ª semana epidemiológica do ano, as medidas do Plano SP permitiram que a transmissibilidade da Covid fosse controlada no estado.  Pela segunda semana, as taxas de ocupação de leitos de uti recuaram.

Hoje, é de 68,5% a taxa de ocupação de leitos de UTI no estado, ante mais de 70% na semana anterior. SP tem hoje 5.872 leitos de UTI ocupados. São mil leitos a menos que na semana passada. A taxa de óbitos se estabilizou, mostrando o impacto positivo das medidas restritivas na evolução da pandemia.  As internações tiveram redução de 8% em relação à semana epidemiológica anterior.

A vacinação segue no estado, com  422 mil pessoas vacinadas até hoje.

Governo cria comissão médica na Educação

O objetivo da comissão médica é orientar o retorno às aulas presenciais. Médicos e especialistas formam grupo que vai tratar especificamente de assuntos relacionados à retomada das aulas no Estado, com suporte técnico e científico para volta segura às aulas.

Meio milhão de doses da vacina do Butantan são distribuídas

O Governador João Doria anunciou nesta segunda-feira (1º) a entrega de mais 578,1 mil doses da vacina contra COVID-19 do Instituto Butantan, para abastecer os 645 municípios do Estado e prosseguir com a imunização pelo estado.

O envio acontece até a próxima quarta-feira (3), rumo aos Grupos de Vigilância Epidemiológica, onde os municípios deverão retirar os respectivos quantitativos. “Com essa nova entrega de vacinas, o Estado totaliza 1 milhão e 700 mil doses para o programa de vacinação”, disse o Governador.

A campanha de imunização contra a COVID-19 em São Paulo tem se desenvolvido conforme a disponibilidade das remessas do Ministério da Saúde. À medida que o governo federal viabilizar mais doses, as novas etapas do cronograma e públicos-alvo da campanha de vacinação contra a COVID-19 serão divulgadas pelo Governo de São Paulo.

Tags: , , , ,

PROGRAMAÇÃO – 1º SEMINÁRIO DE GESTÃO PÚBLICA

8h: Recepção – Credenciamento

9h: Abertura oficial – Vídeo ações do Governo de São
Paulo

9h10: BLOCO 1 – Desafios da Gestão Pública

• Marco Vinholi – Governo Municipalista;
• Henrique Meirelles – Economia e Finanças Públicas;

10h10: BLOCO 1 – Falas – Prefeitos e Parlamentares


10h40: BLOCO 2 – Soluções e inovações da
Gestão Pública

• Rodrigo Garcia – Diretrizes do Novo Governo;
• João Doria – Gestão Pública e Inovação Digital;

12h: BLOCO 2 – Anúncio – Liberação de recursos – Assinatura de
Autorizo Digital.

T