Governo do Estado realiza Fórum de Mineração no Vale do Ribeira

Secretaria de Desenvolvimento Regional

Publicado em e atualizado em 06/03/2020

Objetivo é viabilizar um plano de mineração para a região paulista, no âmbito do programa Vale do Futuro, que fomente o desenvolvimento econômico e reduza o impacto ambiental

O Governo do Estado promoveu nesta quarta-feira (4) a abertura do Fórum de Mineração no Vale do Ribeira. O encontro que continua no dia 5 foi realizado no município de Registro e contou com a presença do Secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA), Marcos Penido. A Secretaria de Desenvolvimento Regional foi representada pelo Coordenador do Programa Vale do Futuro, Marco Pilla, com o apoio do Diretor do Escritório Regional do Vale do Ribeira, Rogério Pio e do Assessor de Gabinete, Adriano Guimarães. Participaram também representantes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, da Prefeitura de Registro, do Consórcio de Desenvolvimento Intermunicipal do Vale do Ribeira e Litoral Sul (Codivar), do Consórcio de Desenvolvimento das Regiões Sul e Sudoeste do Estado de São Paulo (Condersul) entre outras autoridades.

Para o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, o programa Vale do Futuro aborda sustentabilidade, desenvolvimento econômico e o Fórum contempla esta abordagem. “Este fórum é importante para mostrar que há convergência entre os dois vetores. O Desenvolvimento Regional deve apoiar e incentivar todas as iniciativas nesse sentido”, explicou Vinholi.

Os debates do evento foram contemplados com dois painéis.

O primeiro teve como tema a “Importância da Geodiversidade e da Dotação Mineral para o Desenvolvimento do Vale do Ribeira”. O painel foi conduzido pela Coordenadoria de Petróleo, Gás e Mineração, da Pasta de Infraestrutura e Meio Ambiente e debateu os seguintes tópicos:

  • Políticas para o Desenvolvimento da Mineração no Vale do Ribeira. (A cargo da Coordenadoria de Petróleo, Gás e Mineração/ SIMA).
  • Geodiversidade e Potencialidade Mineral. (A cargo da CPRM – Serviço Geológico do Brasil).
  • Situação Atual da Atividade Mineral e demandas do Setor Empresarial. (A cargo da ANM – Agência Nacional de Mineração).
  • Zoneamento Ecológico e Econômico no contexto Mineral da região. (A cargo da Coordenadoria de Planejamento Ambiental/ SIMA).

O segundo painel teve como tema os “Desafios para o Desenvolvimento da Mineração e da Sustentabilidade no Vale do Ribeira”. Coordenado pelo IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), da Pasta de Desenvolvimento Econômico, e debateu os seguintes conteúdos:

  • Bases para a Dinamização da Cadeia Produtiva Mineral. (A cargo do Instituto de Pesquisas Tecnológicas).
  • Tecnologia para a Agregação de Valor da Cadeira Produtiva de Base Mineral. (A cargo da Poli – Minas/ USP).
  •  Desafios ao Licenciamento Ambiental da Mineração. (A cargo da CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo).

  • Visão e demandas do Setor Empresarial. (A cargo da AMAVALES -Associação dos Mineradores do Vale do Ribeira).

Segundo dia do Fórum

Nesta quinta-feira (5) ocorrerá uma Oficina de Oportunidades e Demandas para o Desenvolvimento da Mineração em Bases Sustentáveis. Conduzida pela Coordenadoria de Petróleo, Gás e Mineração (SIMA) e IPT, terá a participação do Governo Estadual, Universidades, Centros de Pesquisa e Inovação, representantes do poder público local, empresarial e da sociedade civil.

Ainda serão apresentadas bases para a elaboração do Plano de Mineração do Futuro do Vale do Ribeira. O Fórum se encerrará com a visita dos participantes ao MOSAIC Fertilizantes, empresa que atua na produção, importação, comercialização e distribuição de fertilizantes, no município de Cajati.

Vale do Futuro

O programa Vale do Futuro foi lançado pelo governador João Doria em 17 de outubro de 2019, dia mundial de erradicação da pobreza. É mais uma iniciativa inovadora do Governo do Estado, impulsionando ações de curto, médio e longo prazo para o desenvolvimento social e econômico desta região do sul de São Paulo. O programa contempla a atração de R$ 1 bilhão em investimentos públicos e R$ 1 bilhão em investimentos privados, além de R$ 3,3 bilhões em concessões à iniciativa privada.  Prevê-se ainda a criação de 30.000 oportunidades de emprego.

PROGRAMAÇÃO – 1º SEMINÁRIO DE GESTÃO PÚBLICA

8h: Recepção – Credenciamento

9h: Abertura oficial – Vídeo ações do Governo de São
Paulo

9h10: BLOCO 1 – Desafios da Gestão Pública

• Marco Vinholi – Governo Municipalista;
• Henrique Meirelles – Economia e Finanças Públicas;

10h10: BLOCO 1 – Falas – Prefeitos e Parlamentares


10h40: BLOCO 2 – Soluções e inovações da
Gestão Pública

• Rodrigo Garcia – Diretrizes do Novo Governo;
• João Doria – Gestão Pública e Inovação Digital;

12h: BLOCO 2 – Anúncio – Liberação de recursos – Assinatura de
Autorizo Digital.

T