Desenvolvimento Regional se reúne com Prefeitos da Região de Araraquara para orientar ações de prevenção da COVID-19

Secretaria de Desenvolvimento Regional

Publicado em

Criação de leitos, aquisição de insumos e quarentena são prioridades dos municípios paulistas

A Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) realizou na tarde desta quarta-feira (08) videoconferência com municípios da Região Administrativa de Araraquara. Na ocasião, o Secretário Marco Vinholi, o Secretário Executivo Dr,. Rubens Cury, ambos da SDR, o Diretor Regional de Saúde da Região, Florisvaldo Fiorentino, e a Diretora do Escritório Regional, Edna Martins, reforçaram a importância das medidas na contenção da Covid-19.

A reunião contou com a presença de Prefeitos dos 26 municípios que compõem a região central do Estado.

Entre as medidas debatidas, está a possível flexibilização da quarentena na região. Os prefeitos expressaram a vontade dos pequenos comerciantes retornarem suas atividades.

“Neste momento não podemos afrouxar as decisões tomadas pelo Governo. Entendemos que o comércio precisa abrir, mas só vamos tomar essa decisão quando não houver risco para a população. A medida é difícil, mas necessária para salvar vidas”, afirmou o Secretário Vinholi.

Vale lembrar que o Estado decidiu adotar o isolamento horizontal fechando parcialmente alguns estabelecimentos. A quarentena do estado deve durar até o próximo dia 22 abril. Somente serviços essenciais devem permanecer abertos, como saúde, alimentação, abastecimento, logística, serviços gerais, comunicação social, segurança, construção civil e indústrias.

O Secretário Vinholi também reforçou o repasse de R$ 6,1 milhões no último dia 30 para os 26 municípios da região. O montante deve ser aplicado na Saúde básica e de média complexidade para combate ao coronavírus.

Saúde

A Região Central possui atualmente 86 leitos clínicos disponíveis, aos quais serão acrescentados mais 51, totalizando 137 leitos para atendimento a pacientes de baixa e média complexidade. O governo ainda estuda a criação de outros 38 leitos. Já os atendimentos de alta complexidade contam com 21 leitos em funcionamento, com outros 21 sendo adicionados. O estado também estuda a criação de 32 leitos de UTI.

Outra dificuldade é a falta de equipamentos de proteção individual (EPI’s) e a demora nos testes rápidos por PCR (sigla em inglês para transcrição reversa seguida de reação em cadeira da polimerase) realizados pelo Instituto Adolfo Lutz, com o apoio do Instituto Butantã. O objetivo é reduzir o prazo de divulgação dos resultados de 10 dias para 48 horas.

Distribuição de Álcool 70%

O Governo do Estado iniciou a distribuição dos 250 mil litros de álcool 70% líquido doado ao Governo do Estado pela UNICA (União das Indústrias de Cana-de-açúcar). A Secretaria de Desenvolvimento Regional tem notificado às prefeituras a disponibilidade e sobre a retirada. O insumo será destinado ao Sistema Único de Saúde (SUS), para higienização de equipamentos hospitalares. A região Central recebeu o insumo em 1 de abril.

PROGRAMAÇÃO – 1º SEMINÁRIO DE GESTÃO PÚBLICA

8h: Recepção – Credenciamento

9h: Abertura oficial – Vídeo ações do Governo de São
Paulo

9h10: BLOCO 1 – Desafios da Gestão Pública

• Marco Vinholi – Governo Municipalista;
• Henrique Meirelles – Economia e Finanças Públicas;

10h10: BLOCO 1 – Falas – Prefeitos e Parlamentares


10h40: BLOCO 2 – Soluções e inovações da
Gestão Pública

• Rodrigo Garcia – Diretrizes do Novo Governo;
• João Doria – Gestão Pública e Inovação Digital;

12h: BLOCO 2 – Anúncio – Liberação de recursos – Assinatura de
Autorizo Digital.

T