Governo de São Paulo comunica a chegada de novos respiradores para o estado

Secretaria de Desenvolvimento Regional

Publicado em

Em dois meses o número de casos dobrou no interior, porém com diminuição de 20% na letalidade

O Governador João Doria anunciou na tarde nesta segunda-feira (15), em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, a chegada de 650 novos respiradores para o estado de São Paulo. Os equipamentos, vindos da Turquia, são para a criação de novos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no combate ao coronavírus. A previsão é que até amanhã os equipamentos sejam distribuídos.

“Recebemos nesse final de semana mais 650 respiradores vindos da Turquia. Eles serão distribuídos na rede pública estadual e municipal pela Secretaria da Saúde. Cada respirador recebido, como todos sabem, significa um novo leito de UTI aberto em São Paulo. Com isso, o estado mais do que dobrou o número de leitos de UTI. Antes da pandemia eram 3500, hoje temos 7610 leitos exclusivos para o combate do coronavírus. É um número recorde de Unidade de Terapia Intensiva para o atendimento de pessoas infectadas e isso faz muita diferença no sistema de proteção preventiva e tratamento para a saúde dos brasileiros de São Paulo”, afirmou o Governador João Doria.

Até hoje, o estado recebeu e distribuiu, por meio da Secretaria Estadual de Saúde, 2360 novos respiradores. 1500 vieram da Turquia, 351 da China, 290 através do Ministério da Saúde, além de 219 do setor privado.  Com isso, o número de leitos no Estado mais que dobrou: antes da pandemia, eram 3500 leitos de UTI; hoje são 7610 leitos exclusivos para o combate de coronavírus, número recorde.

“É fundamental dizer que o trabalho realizado anteriormente em 60 dias para a calibragem e distribuição dos respiradores, hoje é feito em cerca de três dias. Isso reflete diretamente na transformação de respiradores em leitos de UTI em São Paulo. Nós já atingimos 13 das 16 regiões administrativas de todo o estado com fortalecimento da capacidade hospitalar, sendo na Capital, na Região Metropolitana e no Interior. Com a distribuição que ocorrerá amanhã, chegaremos a todas as regiões abastecidas com novos respiradores”, exaltou Vinholi.

Evolução da Covid-19 no interior

O Secretário de Desenvolvimento Regional também apresentou números atualizados de evolução da doença no interior do estado. Em dois meses, de 14 de abril a 14 de junho, o número de casos no interior saltou de 10,75% para 27,02% na representatividade no número de casos em São Paulo. Ao mesmo tempo em que a letalidade da doença caiu de cerca de 8% para 6%.

“É visível a variação entre o dia 14 de maio e 14 de junho de 43% no crescimento, algo que também ocorre com o número de óbitos, saindo de 11.22% dia 14 de abril e chegando a 18.72% no mês de junho. Isso representa a evolução da pandemia no interior, frente ao número de casos no estado. Já apontamos na semana passada com a classificação do interior pelo Plano SP, no paralelo a isso, apresentamos também a  queda na letalidade dos números de 7.95%, para 6% de queda na letalidade, representando o trabalho feito pela saúde sob os novos leitos de UTI e também o aumento de testagem realizado em todo o território”, explicou o Secretário Marco Vinholi. “A comparação do crescimento de óbitos que estamos relatando apresenta aceleração no período inicial com 77,78%, em relação à primeira quinzena de junho, caindo para 39.48%, representando metade do crescimento, por tanto houve uma desaceleração em números de óbitos neste período,” completou.

Isolamento Social durante o feriado

O número de ocupação dos leitos no Estado é de 70,8%; na Grande São Paulo o número é de 77,8%. Até ontem, domingo (14), o Brasil contabilizava 867.624 casos de coronavírus com 43.333 óbitos. No Estado de São Paulo o número chegava a 181.460 casos com 10.767 óbitos.

Vinholi também apresentou os dados de isolamento social no Estado e na Capital. “Na quinta-feira (11), os índices do estado estiveram avaliados em 48% e na capital 48% também; na sexta-feira foram 46% no Estado e 47% na capital; e no sábado, 48% no Estado e capital com 49%, por tanto houve estabilidade mantendo-se taxas importantes de isolamento social ao longo do feriado”.

Tags: , , ,

PROGRAMAÇÃO – 1º SEMINÁRIO DE GESTÃO PÚBLICA

8h: Recepção – Credenciamento

9h: Abertura oficial – Vídeo ações do Governo de São
Paulo

9h10: BLOCO 1 – Desafios da Gestão Pública

• Marco Vinholi – Governo Municipalista;
• Henrique Meirelles – Economia e Finanças Públicas;

10h10: BLOCO 1 – Falas – Prefeitos e Parlamentares


10h40: BLOCO 2 – Soluções e inovações da
Gestão Pública

• Rodrigo Garcia – Diretrizes do Novo Governo;
• João Doria – Gestão Pública e Inovação Digital;

12h: BLOCO 2 – Anúncio – Liberação de recursos – Assinatura de
Autorizo Digital.

T