Desenvolvimento Regional anuncia boas notícias para Araçatuba, Araraquara e Campinas, que avançam para fases menos restritivas

Secretaria de Desenvolvimento Regional

Publicado em

Quarentena é prolongada até 10 de agosto

O Governo do Estado de São Paulo realizou nesta sexta-feira (24) no Palácio dos Bandeirantes a 99ª coletiva de imprensa de enfrentamento do novo coronavírus. Na ocasião, o Governador João Doria anunciou a oitava atualização do Plano São Paulo e o prolongamento do período da quarentena em todo o território estadual até 10 de agosto.

O controle dos indicadores de ocupação hospitalar e evolução da pandemia possibilitaram o avanço das regiões de Araçatuba e Campinas da fase 1 (vermelha), para a fase 2 (laranja), e de Araraquara da fase 2 para a fase 3 (amarela).

“É uma ótima notícia para 6 milhões de pessoas que vivem nestas regiões, mas não é notícia para ser celebrada. É para ser compreendida com prudência e cuidado, como sempre recomendamos. Vale lembrar que, nesta oitava requalificação, nós não tivemos nenhuma região que regrediu para uma fase mais restritiva”, declarou Doria.

 “Podemos verificar a melhora no quadro do interior, juntamente com o avanço da capital e da Grande São Paulo. Campinas e Araçatuba avançaram para fase laranja: Araraquara avançou para  a fase amarela. São índices impactantes em todo o interior do estado, com redução de 2% nas internações, leve aumento no número de casos em 3%, e o aumento no número de óbitos na ordem de 9%. Mas há uma desaceleração frente ao último período, portanto, boas notícias para o interior “, afirmou o secretário Marco Vinholi.

O estado é dividido em 17 Departamentos Regionais de Saúde (DRS), apenas três permanecem na fase vermelha, onde é permitido apenas o funcionamento de serviços essenciais. O índice de ocupação de leitos de UTI para pacientes Covid-19 das regiões de Franca (82,5%), Piracicaba (84,8) e Ribeirão Preto (91,4), é considerado preocupante e exige a permanência das regiões em fase mais restritiva.

 “Nas regiões que estavam na fase vermelha e agora avançam para fase menos restritiva, Araçatuba têm feito um grande trabalho nesse enfrentamento. O Prefeito Dilador, o Governo do Estado e prefeitos da região levaram de 8 para 14 leitos por cem mil habitantes na região. Isso corresponde a um crescimento de 75% no número de leitos para a região de Araçatuba. Em Campinas nós dobramos o número de leitos, de 11 leitos por cem mil habitantes para 22 leitos por cem mil habitantes. Portanto, um grande esforço feito com todas as cidades da região de Campinas, desde a própria Campinas com o prefeito Jonas Donizete, Luis Fernando em Jundiaí, Dr Jesus em Bragança Paulista e também Jacó em Amparo”, destacou Vinholi.

Evolução da Pandemia

De acordo com os indicadores de capacidade hospitalar e evolução da pandemia dos últimos sete dias, o Governo do Estado comprovou estabilidade com viés de desaceleração em relação aos índices anteriores.

A média atual de ocupação de leitos de terapia intensiva para pacientes graves de COVID-19 é de 66,1%, com 30,3 vagas por 100 mil habitantes. O acompanhamento estatístico da pandemia mostrou queda de 5% na variação de casos confirmados e de 4% nas internações de pacientes com COVID-19. O número de mortes também teve redução de 3% na atual classificação.

Para o Governador, os índices demonstram acerto da estratégia do Plano São Paulo, mas disse que é hora de todos redobrarem esforços para proteção da saúde pública.

“Nós não podemos relaxar ou descuidar. Temos que executar o plano com atenção e cuidado. São bons sinais que mostram fortalecimento das medidas que temos adotado, com apoio de prefeitos e prefeitas do estado”, disse. Doria também pediu que a população siga com rigor as medidas pessoais de proteção, como uso de máscaras, distanciamento social e higienização frequente das mãos.

“Ao longo dos próximos dias, montaremos mais 100 leitos nas regiões em fase vermelha e laranja, leitos significativos, contemplando municípios onde não havia leitos de UTI antes, como em Campos do Jordão, onde instalaremos 8 leitos, a exemplo o que acontece lá em mais vários municípios do estado que agora terão uma capacidade hospitalar de UTI que não tinham antes”, concluiu o secretário Vinholi.

Tags: , ,

PROGRAMAÇÃO – 1º SEMINÁRIO DE GESTÃO PÚBLICA

8h: Recepção – Credenciamento

9h: Abertura oficial – Vídeo ações do Governo de São
Paulo

9h10: BLOCO 1 – Desafios da Gestão Pública

• Marco Vinholi – Governo Municipalista;
• Henrique Meirelles – Economia e Finanças Públicas;

10h10: BLOCO 1 – Falas – Prefeitos e Parlamentares


10h40: BLOCO 2 – Soluções e inovações da
Gestão Pública

• Rodrigo Garcia – Diretrizes do Novo Governo;
• João Doria – Gestão Pública e Inovação Digital;

12h: BLOCO 2 – Anúncio – Liberação de recursos – Assinatura de
Autorizo Digital.

T