Desenvolvimento Regional registra aumento de 35% no número de leitos para o Vale do Ribeira

Secretaria de Desenvolvimento Regional

Publicado em

Estado faz testagens para detectar coronavírus em moradores de comunidade quilombola no Vale do Ribeira

Na 102ª entrevista coletiva promovida pelo Governo do Estado e Centro de Contingenciamento do coronavírus no Palácio dos Bandeirantes, no dia de hoje (29), o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, e o Secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, anunciaram aumento da capacidade hospitalar da região do Vale do Ribeira em 35%.

Vinholi informou que até o fim da próxima semana, o Hospital de Registro terá mais dez leitos instalados. Os secretários informaram também sua recomendação para que mais três municípios do Vale do Ribeira passem para a fase vermelha. São eles Registro, Pariquera-Açu e Cajati.

“As razões para esta mudança”, explicou Vinholi, “devem-se tanto aos índices de internações quanto de óbitos nesses últimos dias. Estes três municípios em conjunto representam 58% dos casos e 41% dos óbitos no Vale do Ribeira. Portanto, essa é a recomendação para os municípios.”

O Secretário Vinholi informou que ele e o Secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn, irão, nesta quinta-feira (30), ao Vale do Ribeira para encontro com o Consórcio de Saúde dos Prefeitos do Vale do Ribeira e do Litoral Sul.

Ainda no dia 30, o Conselho Municipalista fará reunião por videoconferência para debater a integração de mais 100 municípios do estado no programa de rastreamento da Covid-19.
Também durante a entrevista coletiva de hoje, o Governador João Doria anunciou as primeiras testagens para detectar o coronavírus em moradores da comunidade quilombola Peropava, localizada em Registro, no Vale do Ribeira.

A ação é uma parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social, Fundo Social de São Paulo (FUSSP), Fundação Instituto de Terras de São Paulo (ITESP) e Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo. Serão disponibilizará testes rápidos sorológicos do tipo lgM/lgG para 120 quilombolas. Também serão distribuídos cestas básicas, cobertores, máscaras e álcool em gel para as 32 famílias residentes no local.

“Essa iniciativa é mais uma etapa do programa de testagem em comunidades vulneráveis do Governo em parceria com o Instituto Butantan. A meta é chegarmos a 233 mil testes em pessoas de populações vulneráveis, incluindo indígenas, quilombolas, moradores de comunidades carentes, idosos, moradores de abrigos, além daqueles que já foram testados, que são servidores públicos em contato direto com a população como profissionais de saúde e de segurança pública”, disse Doria.

Em uma nova etapa da testagem iniciada em junho, o Butantan ampliou a realização de exames prioritariamente em populações vulneráveis, dentre elas indígenas e idosos em abrigos, além de categorias do funcionalismo público como profissionais do sistema de saúde, e da segurança pública.

Os projetos de testagem em grupos vulneráveis são coordenados pelo Instituto Butantan em parceria com o Centro Paula Souza e as Secretarias de Desenvolvimento Social, Administração Penitenciária, Saúde, Habitação, Segurança Pública e de Direitos da Pessoa com Deficiência.

Tags: , , , ,

PROGRAMAÇÃO – 1º SEMINÁRIO DE GESTÃO PÚBLICA

8h: Recepção – Credenciamento

9h: Abertura oficial – Vídeo ações do Governo de São
Paulo

9h10: BLOCO 1 – Desafios da Gestão Pública

• Marco Vinholi – Governo Municipalista;
• Henrique Meirelles – Economia e Finanças Públicas;

10h10: BLOCO 1 – Falas – Prefeitos e Parlamentares


10h40: BLOCO 2 – Soluções e inovações da
Gestão Pública

• Rodrigo Garcia – Diretrizes do Novo Governo;
• João Doria – Gestão Pública e Inovação Digital;

12h: BLOCO 2 – Anúncio – Liberação de recursos – Assinatura de
Autorizo Digital.

T