Desenvolvimento Regional confirma interiorização da pandemia: interior tem mais casos do que Região Metropolitana e Capital

Secretaria de Desenvolvimento Regional

Publicado em

Na 9ª reclassificação do Plano SP, Vale do Ribeira retrocede para fase vermelha

Em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes hoje (31), membros do Governo do Estado e formuladores do Plano SP de enfrentamento da pandemia e reabertura da economia  anunciaram o recuo de 15 municípios do Vale do Ribeira para a fase mais restritiva, a vermelha. As demais regiões do estado permanecem aonde estavam há uma semana.  Em face deste desdobramento, o Governo do Estado reforçou a capacidade hospitalar do Vale do Ribeira para atendimento a casos graves de COVID-19.

O Governador João Doria anunciou que  devido ao aumento de casos e internações, 15 municípios  do Vale do Ribeira retroagem à fase 1 vermelha de restrição total de atendimento presencial em comércios e serviços não essenciais. “O Plano São Paulo foi feito para avançar sempre que possível, mas retroceder sempre que necessário. Ao lado desta medida, houve iniciativas para melhorar a condição de saúde e de atendimento no Vale do Ribeira”, afirmou Doria.

A região de Registro estava na fase amarela do Plano São Paulo, com flexibilização intermediária de atividade econômica e mobilidade social. Mas, ao longo desta semana, autoridades estaduais já apontavam alerta para a possibilidade de regressão.

Na última quinta (30), os Secretários Marco Vinholi (Desenvolvimento Regional) e Jean Gorinchteyn (Saúde) estiveram no Vale do Ribeira em compromisso oficial de combate à pandemia. Eles acompanharam o início da testagem na comunidade quilombola Peropava, no município de Registro. Também houve distribuição de cestas básicas, cobertores, máscaras e álcool em gel para as famílias residentes.

O Governo reforçou a capacidade hospitalar do Vale do Ribeira para atendimento a pacientes graves com COVID-19. Na última quarta (29), anunciou dez novos leitos de UTI para a região, além de viabilizar a transferência de pacientes do vale do Ribeira para hospitais da Baixada Santista.

“Quero saudar a mobilização imediata dos prefeitos do Codivar, consórcio do Vale do Ribeira e litoral sul, e também do Consaúde, que agiram imediatamente para reforçar a importância do isolamento social neste momento. O Governo disponibilizou mais leitos de UTI para a região, além de ação social feita de forma contundente pela primeira dama Bia Doria”, afirmou o secretário Vinholi.

Foram disponibilizados de imediato mais 10 leitos para o Hospital Regional de Registro, a partir de segunda-feira. “Na próxima semana, se necessário, teremos outros 10 leitos disponíveis. Incrementamos também a capacidade de transporte de saúde, com nova ambulância semi-UTI. Além disso, houve aumento na capacidade de testagem para a doença em todas as comunidades tradicionais”, informou Vinholi.

Até a reclassificação do próximo 7 de agosto, outras três regiões permanecem na etapa  vermelha: Franca, Piracicaba e Ribeirão Preto. A maior parte do estado continua na fase  laranja, que permite abertura restrita de escritórios, imobiliárias, comércio de rua, shoppings e concessionárias. Atualmente, essa etapa abrange as regiões de Araçatuba, Barretos, Bauru, Campinas, Marília, Presidente Prudente, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, Sorocaba, Taubaté e a sub-região Norte da Grande São Paulo.

Na fase amarela, permanecem as regiões de Araraquara e Baixada Santista, além da capital e sub-regiões Leste, Oeste, Sul e Sudeste da Grande São Paulo. Ela permite reabrir bares, restaurantes e salões de beleza com 40% da capacidade, além de academias com 30% de vagas e expediente limitado.

Vinholi alertou para a interiorização da pandemia. “Hoje constatamos a presença da enfermidade em 640 municípios do estado, ou seja, quase a totalidade, comprovando a interiorização do coronavírus. Além disso, os números desta interiorização se tornam cada vez mais agudos, com redução na capital e também na Grande São Paulo. Nos últimos 7 dias, nós tivemos 58% de casos no interior e 42% na capital e região metropolitana”, concluiu.

Confira a apresentação completa da nona atualização do Plano SP em: https://www.saopaulo.sp.gov.br/wp-content/uploads/2020/07/9-balanco-plano-sp-31072020.pdf

Tags: , , , ,

PROGRAMAÇÃO – 1º SEMINÁRIO DE GESTÃO PÚBLICA

8h: Recepção – Credenciamento

9h: Abertura oficial – Vídeo ações do Governo de São
Paulo

9h10: BLOCO 1 – Desafios da Gestão Pública

• Marco Vinholi – Governo Municipalista;
• Henrique Meirelles – Economia e Finanças Públicas;

10h10: BLOCO 1 – Falas – Prefeitos e Parlamentares


10h40: BLOCO 2 – Soluções e inovações da
Gestão Pública

• Rodrigo Garcia – Diretrizes do Novo Governo;
• João Doria – Gestão Pública e Inovação Digital;

12h: BLOCO 2 – Anúncio – Liberação de recursos – Assinatura de
Autorizo Digital.

T