Mais de 120 cidades paulistas integram o sistema de monitoramento do coronavírus, informa o Desenvolvimento Regional

Secretaria de Desenvolvimento Regional

Publicado em

Governo do Estado amplia rastreamento de infectados; meta é alcançar os 645 municípios paulistas até setembro

Na coletiva de imprensa de hoje (12), no Palácio dos Bandeirantes, o vice-governador Rodrigo Garcia, o titular da Pasta de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, o Secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, e outros integrantes do Executivo estadual anunciaram a ampliação do sistema de monitoramento do corona vírus para mais de 120 municípios. O objetivo é rastrear indivíduos infectados e as pessoas que tiveram contato com eles. O sistema é tido por especialistas como estratégia essencial para o controle da propagação da pandemia.

“Os municípios que aderiram ao nosso programa de rastreamento já alcançam hoje mais de 120 em todo o estado. As regiões com mais adesões até o momento foram Barretos, com 19 municípios e 100% de adesão; Vale do Ribeira com 8 municípios e 57% de adesão; e Bauru com 22 municípios  e 56%”, disse o secretário Marco Vinholi.

“A iniciativa garante agilidade na identificação dos casos. O objetivo é promover o isolamento dos infectados e pessoas com quem tiveram contato de maneira rápida para evitar a circulação do vírus”, disse o Vice-Governador e Secretário de Governo Rodrigo Garcia.

As demais regiões que aderiram ao programa de monitoramento são a Baixada Santista, com 3 municípios e 33% de adesão; Sorocaba com 10 municípios e 21% de adesão; Ribeirão Preto com 4 municípios e 16%; São José do Rio Preto com 15 e 16% respectivamente; Campinas com 14 e 16%; Presidente Prudente com 7 cidades da região e 13% de adesão.

São Carlos conta com 3 dos 26 municípios da região, representando 12% de adesão; Grande São Paulo, com 4 dos 39 aderentes e 10%; Marília com 5 dos 51 aderentes e 9,8%; Araçatuba com 3 dos 43 aderentes e 7 %; Itapeva com  2 dos 32 aderentes e 6,25%; e São José dos Campos, com 1 dos 39 aderentes e 2,56%.

“De forma contínua e constante, esperamos atingir o maior número possível de municípios do estado neste sistema de monitoramento de infectados pela Covid-10. O modelo de adesão para os municípios está disponível no sítio do Governo do Estado”, informou Vinholi.

O Secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, anunciou a redução de mais um ponto na taxa de ocupação de leitos de UTI no estado. Na última segunda-feira, era de 59%, ante 58% hoje. A redução deriva de queda nas internações.

Vinholi chamou a atenção também para a política de aumento da capacidade hospitalar. “Nessa semana, entregaremos mais 178 respiradores nas regiões de Araraquara, Baixada Santista, Barretos, Bauru, Campinas, Franca, Marília, Presidente Prudente, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté”, informou o secretário de Desenvolvimento Regional.

Programa de Monitoramento

A iniciativa Governo de SP integra triagem, testagem e rastreamento de pontos de contato de casos confirmados e suspeitos da doença. Permite unificar e automatizar dados dos casos suspeitos e confirmados, permitindo o isolamento de infectados e a identificação de seus contatos. O resultado é um mapeamento em rede sob os pontos de vista tecnológico e de relações sociais, além de atividades de vigilância.

A iniciativa é inspirada em modelos internacionais e desenvolvido em conjunto pelas Secretarias de Estado da Saúde, de Desenvolvimento Econômico e de Desenvolvimento Regional, além do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde.

“O programa é fundamental no combate à pandemia, com identificação mais precoce e o isolamento dos pacientes e seus contatos. O objetivo é impedir e diminuir a progressão da doença em formas graves, principalmente na população vulnerável composta por idosos e portadores de doenças crônicas”, declarou o Secretário de Saúde Jean Gorinchteyn.

“Os municípios vão seguir mobilizando suas regiões e os Prefeitos para que façam a adesão. É algo contínuo que esperamos atingir o maior número possível dos municípios de São Paulo”, destacou o Secretário Marco Vinholi.

Serão considerados contatos as pessoas que estiveram próximas do paciente infectado por pelo menos 15 minutos e a menos de um metro de distância. Elas também serão monitoradas orientadas em relação ao isolamento por 14 dias e outras medidas preventivas, inclusive com envio de mensagens por celular.

Tags: , , ,

PROGRAMAÇÃO – 1º SEMINÁRIO DE GESTÃO PÚBLICA

8h: Recepção – Credenciamento

9h: Abertura oficial – Vídeo ações do Governo de São
Paulo

9h10: BLOCO 1 – Desafios da Gestão Pública

• Marco Vinholi – Governo Municipalista;
• Henrique Meirelles – Economia e Finanças Públicas;

10h10: BLOCO 1 – Falas – Prefeitos e Parlamentares


10h40: BLOCO 2 – Soluções e inovações da
Gestão Pública

• Rodrigo Garcia – Diretrizes do Novo Governo;
• João Doria – Gestão Pública e Inovação Digital;

12h: BLOCO 2 – Anúncio – Liberação de recursos – Assinatura de
Autorizo Digital.

T