Governo do Estado anuncia menor taxa de ocupação de leitos de UTI em todo o período da pandemia

Secretaria de Desenvolvimento Regional

Antes da pandemia, SP contava com 3,5 mil leitos de UTI, hoje são 8,2 mil

Em entrevista coletiva concedida hoje (30) no Palácio dos Bandeirantes, o Governador João Doria e Secretários de Estado informaram que a queda na taxa de ocupação de leitos de Covid leva o Governo do Estado a dar início na estratégia de redirecionamento de parte destes leitos ociosos para atendimento de outras doenças graves que não a Covid. SP atinge hoje dez semanas sucessivas de queda na ocupação de leitos por conta da pandemia. A taxa de ocupação de leitos é hoje de 44% em média, em todo o estado.

Antes da pandemia, SP contava com 3,5 mil leitos de UTI. Hoje são 8,2 mil leitos. É o local de toda a América Latina mais bem preparado em termos de unidades de terapia intensiva.

A coletiva de hoje serviu também para realização da cerimônia de assinatura de contrato entre o laboratório chinês Sinovac e o Instituto Butantã, para fornecimento de 46 milhões de doses da vacina contra o coronavírus até dezembro deste ano. Além disso, teve início também o processo de transferência de tecnologia para a produção de vacinas nos próprios laboratórios do Butantã em SP.

O documento foi assinado pelo Governador Doria, o Diretor do Instituto Butantã, Dimas Covas, e o Vice-presidente mundial da Sinovac, Weining Meng. No valor de US$ 90 milhões, o contrato formaliza igualmente a transferência de tecnologia para produção da vacina no estado. Até dezembro, a farmacêutica chinesa enviará 6 milhões de doses da vacina já prontas, enquanto outras 40 milhões serão formuladas e envasadas em São Paulo.

O evento contou com a participação do governador João Doria e dos secretários de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, de Saúde, Jean Gorintcheyn, Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, do coordenador do Centro de Contingência da Covid-19, José Medina, o coordenador-executivo, João Gabbardo, além do Presidente do Instituto Butantã, Dimas Covas.

Na 40ª semana epidemiológica e na 10ª semana seguida com queda na taxa de internações pela Covid, o Governo do Estado assinou hoje acordo com o laboratório chinês Sinovac para o fornecimento de doses da vacina Coronavac até dezembro de 2020.

O contrato garante o fornecimento das 46 milhões de doses, além de outras 14 milhões de doses até fevereiro de 2021. Totalizando, assim, 60 milhões de doses da vacina. O estado será um dos primeiros lugares a disponibilizar a vacina no país. A previsão para o início da vacinação é 15 de dezembro, começando com médicos, paramédicos, enfermeiros, entre outros profissionais da saúde.

“Para podermos retomar nossas atividades profissionais e outras com 100% de tranquilidade, a população de SP necessita da garantia desta vacina que o Instituto Butantã começará a produzir em parceria com o laboratório chinês até o fim do ano. SP está no caminho de volta à plena normalidade social e econômica”, comentou após o evento o secretário Marco Vinholi.

Confira outras imagens de alta resolução, clique aqui.

Tags: , , , , ,

PROGRAMAÇÃO – 1º SEMINÁRIO DE GESTÃO PÚBLICA

8h: Recepção – Credenciamento

9h: Abertura oficial – Vídeo ações do Governo de São
Paulo

9h10: BLOCO 1 – Desafios da Gestão Pública

• Marco Vinholi – Governo Municipalista;
• Henrique Meirelles – Economia e Finanças Públicas;

10h10: BLOCO 1 – Falas – Prefeitos e Parlamentares


10h40: BLOCO 2 – Soluções e inovações da
Gestão Pública

• Rodrigo Garcia – Diretrizes do Novo Governo;
• João Doria – Gestão Pública e Inovação Digital;

12h: BLOCO 2 – Anúncio – Liberação de recursos – Assinatura de
Autorizo Digital.

T