100 municípios paulistas foram beneficiados; 27 deles integram o programa Pontal 2030

O Governador João Doria anunciou, nesta quarta-feira (16), a entrega de 100 viaturas da Defesa Civil Estadual para municípios paulistas. O lote integra investimentos de R$ 40 milhões destinados à aquisição de veículos e equipamentos utilizados em atividades preventivas e de salvamento, em todo o estado. Entre os municípios contemplados, 27 integram o programa de desenvolvimento regional para o Pontal do Paranapanema, o Pontal 2030.

“A Defesa Civil do Estado tem atuado não só aqui em São Paulo, mas também tem socorrido e apoiado iniciativas, diante de desastres e circunstâncias que fragilizaram a população, nos estados de Rio de Janeiro, Minas Gerais e no Sul da Bahia. Esta é a Defesa Civil de São Paulo”, disse Doria.

O aparelhamento das Defesas Civis é um compromisso de investimento da atual gestão para a modernização de toda a infraestrutura, tecnologia e equipamentos desses órgãos municipais. Além de viaturas, foram adquiridos também conjuntos de Defesa Civil, contendo motosserras, geradores, equipamentos de combate a incêndio, balsas infláveis, holofotes, lanternas, etc.

Os veículos, modelo Fiat Strada, custaram R$ 116 mil cada um, totalizando mais de R$ 11 milhões em investimentos.

A ação integra o programa Pontal 2030, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR), que prevê ações e políticas públicas para o desenvolvimento da região do Pontal do Paranapanema. Os 27 municípios contemplados com os veículos são: Alfredo Marcondes, Álvares Machado, Anhumas, Caiabu, Caiuá, Emilianópolis, Estrela do Norte, Euclides da Cunha Paulista, Iepê, Indiana, João Ramalho, Marabá Paulista, Nantes, Narandiba, Piquerobi, Pirapozinho, Presidente Bernardes, Presidente Venceslau, Rancharia, Regente Feijó, Ribeirão Dos Índios, Rosana, Sandovalina, Santo Expedito, Taciba, Tarabai e Teodoro Sampaio.

“Sabemos da importância da Defesa Civil para o Estado e para a população, sobretudo neste período de chuvas intensas que passamos. Desta forma, o Governo de SP auxiliará as equipes municipais para garantir melhor atendimento, segurança e prevenção aos munícipes”, disse o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

Além das cidades do Pontal do Paranapanema, diversos municípios do estado também foram beneficiados, são eles: Americana, Cubatão, Praia Grande, Santana de Parnaíba, Santos, Votorantim, Areias, Artur Nogueira, Caçapava, Caraguatatuba, Charqueada, Engenheiro Coelho, Limeira, Mairinque, Mauá, Mongaguá, Nova Odessa, Paraibuna, Pedra Bela, Piedade, Pinhalzinho, Piquete, Porangaba, Porto Feliz, Ribeirão Grande, Salto, Santo André, Serra Negra, Silveiras, Socorro, Tapirai, Taubate, Tiete, Águas de Lindóia, Amparo, Arapeí, Araras, Arujá, Bananal, Barra Do Turvo, Barueri, Bertioga, Biritiba Mirim, Bom Jesus Dos Perdões, Bragança Paulista, Canas, Capivari, Carapicuíba, Cordeirópolis, Cruzeiro, Cunha, Embu Das Artes, Espírito Santo Do Pinhal, Guaratinguetá, Hortolândia, Iguape, Ilhabela, Indaiatuba, Ipeúna, Iporanga, Itanhaém, Itapetininga, Itapevi, Itapirapuã Paulista, Itariri, Itu, Itupeva, Jaguariúna, Jambeiro, Jandira, Joanópolis e Jundiaí.

Histórico

A Ação de Aparelhamento foi iniciada em 2020 pela Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil. No primeiro ano do projeto, contou com aporte de aproximadamente R$ 5 milhões e beneficiou 33 municípios. Em 2 anos, com investimentos de R$ 40 milhões, foram beneficiados 275 municípios paulistas, que receberam 320 viaturas (4×4 e 4×2) e aproximadamente 7 mil itens, entre equipamentos e materiais.

Os recursos são direcionados à Casa Militar (Defesa Civil do Estado), o que garante uniformidade nas compras e economia de escala. Os equipamentos são entregues aos municípios mediante formalização de convênio.

Pontal 2030

Iniciativa do Desenvolvimento Regional, o Programa Pontal 2030 foi lançado em fevereiro de 2021 para alavancar o índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da região do extremo oeste do Estado. Seu objetivo é promover o fortalecimento local, o desenvolvimento sustentável, a regularização fundiária e a redução das desigualdades sociais.

E-mail