Os cinco melhores projetos desenvolvidos no curso receberão mentoria com especialista e o investimento de R$ 200 mil cada para implementação efetiva da ação na cidade

O Programa Parcerias Municipais, da Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR), realizou na tarde desta sexta-feira (28), transmissão ao vivo que marcou o encerramento do curso de Advocacy e Políticas Públicas de Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis.

“Hoje comemoramos a formatura desses gestores municipais que se empenharam em estudar novas maneiras de melhorar a vida da população de sua cidade. Agora, vamos acompanhar de perto os resultados dessas ações desenvolvidas, que serão aplicadas nas cidades”, afirmou o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

O curso virtual Apoio Público (“advocacy”) e Políticas Públicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNTs), foi oferecido aos municípios paulistas por meio de parceria entre a SDR e a ACT Promoção da Saúde.

Nas aulas abordou-se a prevenção das DCNTs por meio de implementação de políticas públicas. Foram 14 aulas ministradas por especialistas de várias áreas. Ao todo, 144 municípios concluíram o curso.

Para a conclusão do curso, foi obrigatória a elaboração de planos de ação. Fruto de projeto estabelecido com a NDA Alliance, a ACT Promoção da Saúde e a SDR, elegeram os cinco melhores planos submetidos que receberão mentoria com um especialista de modo a ajudar na implementação do plano nas cidades.

“Estamos viabilizando recursos para apoiar os municípios na implantação dos planos selecionados. Cada cidade receberá R$ 200 mil por meio de convênio firmado com a SDR. Esse é também um estímulo para que as Prefeituras continuem se empenhando nas ações desenvolvidas pelo Programa. O Parcerias Municipais continuará incentivando a implementação de políticas públicas inovadoras para melhorar a vida da população paulista”, comentou o Coordenador do Programa Parcerias Municipais, Renan Bastianon.

Confira os vencedores e seus mentores:

1º colocado – Secretaria Estadual da Saúde com o tema Doenças Crônicas Não Transmissíveis

2º colocado – Prefeitura de Registro com o tema Alimentação Saudável

3º colocado – Prefeitura de Jacareí com o tema de Doenças Crônicas Não Transmissíveis.

4º colocado – Prefeitura de Adamantina com o tema Alimentação Saudável

5º colocado – Prefeitura de Santa Bárbara D’oeste com o tema Atividade Física

Os projetos de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNTs) receberão mentoria da Luciana Sardinha. Graduada em Nutrição pela Universidade de Brasília, Especialização em Epidemiologia e em Gestão Governamental, possui ainda Mestrado em Saúde Pública pela Universidade de Brasília e Doutora em Epidemiologia também pela Universidade de Brasília.

Os planos de Atividade Física receberão mentoria de Ricardo Brandão. Graduado em Educação Física pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e Doutorado pela Universidade Gama Filho/Stanford University.

Os projetos de Alimentação Saudável receberão mentoria de Arnoldo Anacleto de Campos. Economista pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), com experiência em elaboração, planejamento, gestão e avaliação de políticas públicas, programas e projetos para agências internacionais, governos nacionais e sub-regionais e Organizações Não Governamentais (ONGs).

O mentor atuará como o conselheiro para a equipe do projeto selecionado, proferindo opiniões e recomendações com base na sua experiência. Serão realizados 4 encontros virtuais entre o mentor e a equipe.

Kethlyn Jesus