Vale do Futuro recebe investimento de R$ 92 milhões e beneficiará 7 vias da região

O Governo de São Paulo lançou nesta segunda-feira (21) o Programa Estrada Asfaltada, que levará melhorias às rodovias paulistas em todo o estado, incluindo o Vale do Ribeira, que será contemplado com obras de conservação especial (recape e implantação de nova sinalização) em 7 estradas da região.

O investimento do programa, previsto em R$ 1,7 bilhão, será utilizado para a realização de mais de 150 obras com licitações do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) em todo o estado, modernizando e melhorando 2300 quilômetros de vias em 196 municípios do interior e litoral.

No total, serão recuperados 158 kms de rodovias no Vale do Ribeira – investimento de R$ 92 milhões, que contarão com mais segurança e condições de trafegabilidade. Os 9 municípios cortados pelas vias e beneficiados com o programa são Apiaí, Cananéia, Eldorado, Iguape, Jacupiranga, Miracatu, Pariquera-Açu, Sete Barras e Tapiraí.

Vale lembrar que os nove municípios beneficiados são integrantes do programa Vale do Futuro, gerido pela Secretaria de Desenvolvimento Regional e que tem como objetivo transformar a região mais vulnerável do estado em um novo polo de desenvolvimento econômico e social.

“Investimento fundamental para nossas rodovias paulistas e para a região. São obras que impactarão diretamente na vida dos que utilizam as estradas beneficiadas. Mais uma ação integrante do Vale do Futuro”, apontou o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

As 7 vias beneficiadas irão receber obras de recapeamento e reabilitação da sinalização horizontal.

Programa Estrada Asfaltada

As obras do Estrada Asfaltada serão licitadas em um ou mais editais referentes a 150 trechos rodoviários. Os serviços têm o objetivo de manter as rodovias em bom estado para os usuários, que incluem, por exemplo, intervenções na camada de rolamento (asfalto), na estrutura do pavimento e no sistema de drenagem, além da reabilitação da sinalização horizontal.

Entre os serviços que deverão ser executados, destacam-se: a adaptação da rodovia às novas condições de tráfego e alterações ocorridas no seu entorno; implementação de pequenas obras necessárias para o seu bom funcionamento e a redução do tempo de percurso, com a consequente diminuição no custo de transporte.

Cronograma

Conforme os técnicos do DER explicaram em audiência pública virtual em maio, a publicação do novo edital deverá acontecer até junho e a previsão é que os serviços sejam iniciados até o final deste ano. O prazo de conclusão das obras varia de 4 a 14 meses.

Após publicação da licitação no Diário Oficial do Estado, o edital poderá ser consultado pelo site do DER, mas sua versão completa deverá ser obtida somente na sede do órgão (na avenida do Estado, nº 777, na capital), com CD para gravação ou pendrive.

Clique aqui para conferir as fotos do evento de lançamento do programa.

E-mail