“Giro SDR” presente ao início de operações do equipamento na cidade de Luís Antônio

O coordenador do programa SP+Consórcios, da SDR, Rafael Goffi, cumpriu nesta sexta-feira (5/8) mais uma agenda do “Giro SDR”. Goffi visitou o Município de Luís Antônio, na Região de Ribeirão Preto, para participar da entrega da primeira Usina Móvel de Resíduos ao Consórcio de Municípios da Mogiana (CMM). O equipamento é resultado de parceria entre as Secretarias de Desenvolvimento Regional e Infraestrutura e Meio Ambiente.  

O programa SP+Consórcios, coordenado pelo Desenvolvimento Regional, entregou e colocou em operação, em conjunto com o CMM, a Usina Móvel de Tratamento de Resíduos de Construção Civil. O CMM congrega 46 cidades, com população total de cerca de 2 milhões de habitantes. Quanto ao equipamento, trata-se de um triturador de resíduos para usina de reciclagem de material de construção, que encaminha a solução do problema de espaço com entulho nos municípios paulistas. 

O SP+Consórcios estimula a formação de parcerias para ações empreendedoras consorciadas, incentivando e fortalecendo os consórcios públicos.   

“Essa usina móvel tem a função de triturar todo o entulho, transformando-o em brita e a Prefeitura a utiliza em suas estradas de terra. Solução de um grande problema,” explicou Rafael Goffi, coordenador do programa SP+Consórcios e participante do “Giro SDR”.  

“O equipamento permite que os Municípios solucionem essa questão em conjunto, com o rodízio do equipamento e o fim dos entulhos nas cidades,” completou Goffi. 

A Usina Móvel abrange um caminhão tipo cavalo mecânico conjugado a um equipamento móvel de reciclagem de resíduos de construção civil. É capaz de triturar cerca de 100 toneladas por hora. A Secretaria estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente é a responsável pela aquisição do equipamento, por meio de pregão público eletrônico. 

O SP + Consórcios foi lançado em 2021 pelo Governo do Estado para estimular a atividade consorciada em diversas frentes em prol do desenvolvimento regional. Os principais eixos da iniciativa são convergentes com a agenda de gestores públicos em todo Estado, como formação e consolidação de consórcios multifinalitários, desburocratização, fortalecimento de lideranças para o desenvolvimento da região, compras públicas consorciadas etc.  

O programa integra ações de Secretarias Estaduais e órgãos da administração indireta, Prefeituras e consórcios públicos. Os principais benefícios são potencializar o desenvolvimento regional mediante o fortalecimento dos consórcios intermunicipais, com inovação da gestão pública para atender melhor a população, estimular ambiente propício aos negócios e o empreendedorismo e, em especial, ampliar a participação institucional dos consórcios na gestão estadual.  

O SP + Consórcios estimula a união de prefeituras na atividade consorciada pelo crescimento econômico. Em São Paulo atualmente, 570 municípios participam de algum tipo de consórcio, sendo que o programa visa torná-los 100% multifinalitários, para ampliar o acesso às políticas públicas de Estado e fortalecer as regiões paulistas. 

Giro SDR 

Entre 2019 e 2022, a SDR formalizou cerca de 6.200 convênios com os municípios paulistas. Os valores que estes contratos representam somam investimentos de R$ 4,2 bilhões em infraestrutura urbana. Neste ano de 2022, houve recorde no número de convênios, com 2.500 deles até julho e R$ 2,4 bilhões em novas obras. “O Estado de São Paulo é um verdadeiro canteiro de obras e pulsa desenvolvimento”, comemora o Secretário de Desenvolvimento Regional, Rubens Cury.  

Ao longo dos próximos meses, o Secretário Executivo da SDR, Fred Guidoni, e os Subsecretários Jesse James Latance, de Convênios com Municípios; Silvia Meira, de Relacionamento com Municípios; Fernando Fernandes Filho, de Assuntos Metropolitanos, além do coordenador do SP+Consórcios, Rafael Goffi, farão um “giro” por mais de 300 municípios do estado de São Paulo para acompanhar, entregar ou iniciar obras importantes.