Programa da Secretaria de Desenvolvimento Regional coordena iniciativas para o desenvolvimento econômico e a solução de demandas da região leste do Estado de SP

Em 22 de maio de 2021, comitiva do Governo de São Paulo esteve na cidade de Cruzeiro para o lançamento do programa de desenvolvimento do Vale do Paraíba e Litoral Norte, o “Viva o Vale”. Ele abrange 17 cidades das sub-regiões do Vale Histórico e Vale da Fé e contempla ações para o desenvolvimento em diversas áreas, incluindo infraestrutura, turismo, desenvolvimento econômico, saúde, segurança e educação.

Dezessete municípios integram o Vale Histórico e o Vale da Fé. No Vale da Fé estão os seguintes municípios: Aparecida, Cachoeira Paulista, Canas, Cunha, Guaratinguetá, Lorena, Piquete, Potim e Roseira. O Vale Histórico inclui Areias, Arapei, Bananal, Cruzeiro, Lavrinhas, Queluz, Silveiras, São José do Barreiro.

O investimento anunciado pelo Governo do Estado é superior a R$ 120 milhões, o maior já realizado para a região na história do governo paulista, sem contar outros R$ 140 milhões na modernização e recuperação de 400 quilômetros em vias regionais, no âmbito do Programa Novas Estradas Vicinais.

Prestes a completar um ano desde seu lançamento, o Programa “Viva o Vale” foca em ações que contribuam efetivamente para o crescimento econômico e para solucionar as necessidades regionais. Somente em obras de infraestrutura urbana foram investidos R$ 21,1 milhões até 2022, por meio de convênios firmados com a Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR). Em 2021, a Pasta assinou 46 convênios com 15 municípios da região, com investimentos de R$ 16,7 milhões. Em 2022 já foram assinados sete convênios, com investimentos de R$ 5,9 milhões.

A Secretaria de Segurança Pública e a Agência Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte avançaram nas tratativas para implementação do Sistema Detecta de Videomonitoramento. O convênio entre a Pasta e o órgão será assinado no início do segundo semestre de 2022.

Os investimentos em saúde continuam. Ao longo de 2021, foram entregues 18 ambulâncias, além do início do processo para construção do novo Hospital Regional. O Hospital Regional Circuito da Fé e Vale Histórico (HRCFVH) será referência em obstetrícia de alto risco, traumato-ortopedia, neurologia, neurocirurgia e hemodiálise. Ao todo a unidade beneficiará 481,3 mil pessoas, e oferecerá 200 leitos, sendo 18 de observação e 40 de Unidade de Terapia Intensiva (ITU). As obras serão iniciadas ainda no primeiro semestre de 2022 e a conclusão do projeto está prevista para 2024. O investimento será de R$ 117 milhões.

A Secretaria de Logística e Transportes, por meio do DER, investirá mais de R$ 140 milhões na modernização e recuperação de 400 quilômetros em 35 vias da Região do Vale do Paraíba e Litoral Norte, no âmbito do Programa Novas Estradas Vicinais.

Por meio das concessões realizadas pela Artesp, o Aeroporto de Guaratinguetá agora integra o Bloco Sudoeste de concessão, que foi vencido pelo Consórcio Voa NW e Voa SE que assumiu a administração em 1º de abril. O investimento no município será de R$ 10,4 milhões, em obras que incluem recapeamento asfáltico e pintura da pista de pouso e decolagem, ampliação do estacionamento de veículos, melhorias do acesso rodoviário, sinalização de orientação para pouso e decolagem, além de licenciamento ambiental.

No âmbito dos serviços, as unidades do Poupatempo nas cidades de Cruzeiro e Lorena já foram inauguradas. A unidade de Lorena foi inaugurada em fevereiro, já a de Cruzeiro está em operação assistida desde março. Já foram realizados mais de mil atendimentos em cada uma das unidades, sendo os serviços de RG e CNH os mais procurados pela população. Atualmente, o Programa Poupatempo conta com 12 postos em funcionamento no Vale do Paraíba. Já foram autorizados e estão em implantação outras seis unidades.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico renovou o convênio com o Banco do Povo em Bananal até agosto de 2026. Também já autorizou a implantação da FATEC de Lorena; o Centro Paula Souza aguarda a Prefeitura definir o local que abrigará a nova unidade para a elaboração do projeto arquitetônico.

A Pasta de Turismo e Viagens, com foco na capacitação dos atores locais via Arranjo Produtivo Local (APL) e reforço das vocações setoriais de desenvolvimento locais, realizou em março desse ano a primeira ação na cidade de Pindamonhangaba, com um Seminário de Sensibilização. Em maio, será realizado o Seminário Técnico para definição de quais empresas seguirão para a etapa de capacitação e certificação.

Finalmente, a região também foi contemplada no Guia das Rotas Turísticas de São Paulo, e é uma das 10 regiões que terá um guia virtual próprio que será lançado no segundo semestre de 2022. A região ainda estará inserida em outros seis Guias de Rotas Temáticas que abrangerão todo Estado, como por exemplo, Guia de Arte e Artesanato, Guia de Compras, Guia de Ecoaventura e Guia de Turismo Rural.

Por: Kethlyn Jesus com apoio de Ana Caroline Bastos (SECOM)

E-mail